pt / en

Destaques

Advogado virtual auxilia escritório

As vésperas de completar 35 anos, o escritório Martorelli Advogados acaba de assinar com um novo sócio. Não se trata de mais um advogado para integrar a equipe. BOB, como está sendo chamado o novo membro da equipe, é um sócio digital, uma nova tecnologia que está sendo implantada para otimizar o atendimento e, ainda, dar soluções mais direcionadas ao cliente. Para o desenvolvimento da tecnologia, o escritório assinou um contrato com a Ensinar Tecnologia, Partner Nacional do Google, para efetiva utilização da Inteligente Artificial da gigante mundial de tecnologia dentro de um escritório de advocacia.

O diferencial está no modelo adotado, que prevê a participação e envolvimento dos clientes do escritório no processo. A proposta é que a nova ferramenta seja entregue ao escritório em etapas, de acordo com as necessidades e demandas dos advogados. O piloto, que será finalizado até dezembro, está sendo desenvolvido pela equipe da Ensinar Tecnologia para um primeiro cliente do escritório, a Ambev. Ou seja, as primeiras pesquisas não foram feiras para advogados do escritório mas, sim, para a indústria.

"Sentamos com a Ambev para ver se eles tinham interesse em participar desse piloto e eles aceitaram, então estamos desenvolvendo um projeto especificamente para as demandas trabalhistas deles. Os desenvolvedores estão trabalhando com eles para entender as demandas deles. Esse é o grande diferencial do nosso projeto projeto: estamos conversando com o cliente para entender onde está o problema real do setor. Daremos um diagnóstico e o prognóstico vamos tratar com ele", afirma a sócia diretora de Martorelli Advogados, Fabiana Nunes Costa.

Quando implantada, a solução será utilizada por todos os departamentos do escritório, tanto para a advocacia de volume quando para áreas especializadas como tributário e M&A (negociações de fusões e aquisições). "A Inteligente Artificial tem sido utilizada para o que chamamos de advocacia de volume, que é ter 20 mil processos. Entendemos que tem que ser utilizada em áreas especializadas. A tecnologia é a grande aliada no processo como um todo. É como se estivéssemos criando um advogado multidisciplinar, que atendesse a todas as áreas do processos", ressalta.

De acordo com Fabiana Nunes Costa, a tecnologia da informação traz enorme ganhos para várias áreas de negócios. Na atividade jurídica em si, ela é responsável por alocar o advogado em tarefas mais estratégicas e menos mecânicas. "Ao mesmo tempo, ter como aliada uma inteligência tão poderosa permite a criação de um banco de dados preciso, que, quando acessado pelo advogado, responde com margem de erro praticamente impossível de ser alcançado pela própria mente humana", diz.

De acordo com o cientista de dados da Ensinar Tecnologia, Allan Rivalles, que está trabalhando no desenvolvimento do projeto, o BOB é uma solução de Business Intelligence que será capaz de extrair informações importantes contidas nos processos. "No dia a dia dos colaborados, como um poderoso motor de processamento semântico de textos, ele será capaz de ajudar no recebimento e direcionamento de petições iniciais para seus respectivos advogados dentro da empresa. Já na extração de informações valiosas sobre os processos, o robô será capaz de sumarizar uma grande quantidade de processos em conjunto de informações estratégicas para o gerenciamento das empresas envolvidas nos processos", explica.

Desse modo, além das informações do escritório, o BOB contará com a base do Google, para a busca de alterações, novas leis, posicionamento de magistrados, precedentes, jurisprudência, decisões judiciais e outros mecanismos e trâmites jurídicos.